Image
0

Último dia de verão

2016-03-21 12.30.18

Sob a luz do sol
Nesse último dia de verão
Fechei meus olhos por alguns segundos
E o calor dessa tarde de sábado me fez lembrar e imaginar
Tudo o que teríamos feito se você estivesse aqui.
Nossos passeios no parque
De como o Athos ama água de coco depois da caminhada
Me lembrei das nossas viagens
Das nossas músicas de estrada
De como você me olhava enquanto eu dançava Ray Charles
E de como o seu sorriso é lindo
Sob o calor do sol do último dia de verão
Fechei os olhos por alguns segundos
E seu sorriso acolhedor ainda estava lá
Me esperando cheio de lembranças boas
Eu fechei os olhos por alguns segundos
Eternos dois segundos
O suficiente para me fazer sorrir.

Deh Lima

Advertisements
0

Sobre ter alguém para se lembrar

beach-best-friend-bff-children-Favim.com-2078851

Tumblr/Favim.com

Gosto de lembranças que me fazem rir. Mesmo que seja em publico, fazendo com que todos me olhem se perguntando se estou louca. Gosto de lembranças que brotam lágrimas em meus olhos e um aperto de saudade no coração. Não dispenso, também, aquelas que um dia me deram um nó na garganta fazendo-me sentir raiva, pois gosto de lembrar como resolvemos e como sobrevivemos.

Gosto de te escrever ou te ligar dizendo que me lembrei de um de nossos ataques de risos. Hoje, por exemplo, lembrei daquele dia em que quase morremos de tanto rir depois que o meu pé quase foi atropelado e minha sandália ficou do lado de fora do carro – E sim, eu comecei a rir ao escrever e visualizar essa cena novamente.

Gosto de te encontrar…E depois de tanto tempo rir das mesmas coisas.

Gosto de me lembrar que depois de tantos anos, mesmo quando estamos distantes, quando nos encontramos os nossos sorrisos e os motivos pelos quais gostamos de rir, permanecem os mesmos.

Gosto de ter do que lembrar.

Gosto de ter de quem lembrar.

Deh Lima

Image
0

Palco

Nos palcos da vida,
Muitos ‘Eus’ descobri em mim
Muitos ‘mundos’ conheci enfim
Antes das cortinas abrirem,
Antes do primeiro oito,
Uma ansiedade. Um nervosismo. Um afoito.
Por trás de tantas – as vezes poucas ou nenhuma – roupas, um coração batia acelerado.
Por de baixo de toda maquiagem, meu rosto queimava em aflição.
Terceiro toque.
Merda, então!
Mas quando as cortinas se abrem,
Um outro Eu está em cena.
Elegante, abusada, serena.
No palco é tudo mágico
Mas nem sempre é só alegria
Já errei, já chorei, já cai e me machuquei
Aplausos conquistei
Muitas pessoas encantei
Muitos sorrisos eu roubei
Nos palcos da vida,
Muitos ‘Eus’ descobri enfim.

0

Os Opostos se Completam

1301849639808_fSomos pessoas diferentes com visões de mundo diferentes. Ou pelo menos éramos. Antes de te conhecer eu até achava que os opostos realmente se atraiam, mas depois que te conheci eu acredito que eles DEVEM se atrair. Por quê? Vejamos. O que mais me atrai em você é o seu jeito conservador e sério, ou seja, o oposto de mim. Troquei minhas sextas – feiras dançantes para desfrutar do bom e velho sofá, já não tomo refrigerante, me alimento de forma saudável e aprendi a amar os Pitbulls.

Você sem duvida é Horkheimer, ranzinza e pessimista, eu sou Benjamin, que apesar de ter minha visão critica enxergo nas diferenças uma possibilidade e até solução. Seu conservadorismo e seriedade trouxe equilíbrio para toda minha maluquice. E ai você entende porquê os opostos devem se atrair. A vida não tem graça se não há pontos de vista diferentes, debates de opiniões. Seria muito chata se você fosse igual a mim, assim como morreríamos de tédio se eu fosse igual a você. 

Você trouxe bossa nova para o meu rock n roll. E eu, ah sei la, você diz que sou engraçada e é o que você mais gosta em mim, então acredito que dei cor aos seus dias ‘cinzas’. Ainda assim você é razão. E eu, sou pura emoção. E vamos nos misturando, equilibrando e desequilibrando conforme a banda toca.

Em todo caso, não importa o quanto de Frankfurt há em nós. O que realmente importa, é que somos apocalípticos sim, porém unidos por um mesmo objetivo: o amor.

Obrigada por ser meu oposto e obrigada por me completar!

– Deh

0

Um amor intenso que não existiu 

foto 1De repente
Sinto ciúmes do que nunca foi meu
Desejo uma boca que nunca me pertenceu
E sinto saudade de um abraço que nunca me deu

De repente
Penso em você
E a minha mente, livre, começa a criar
Situações que nunca vivi
Um amor que nunca senti

Me pergunto se um dia serei sua
Meu consciente me alerta
Me censura
E de repente não consigo dar adeus
À quem mal aprendi a dizer olá

E com uma adaga cravada no peito
Com uma vontade que implora um último beijo
E a tristeza em saber que jamais serão meus
Os beijos que nunca tive
E o amor que nunca me pertenceu

-Deh Lima